218 052 092

Tratamento da disfunção erétil

  • Na nossa prática e experiência clínica, percebemos que mais de 75% dos casos de disfunção erétil se devem a fatores orgânicos, nomeadamente à presença de prostatite.

    O tratamento desta patologia, quando se verifique a presença de prostatite ou outros fatores de ordem circulatória, pode incluir a aplicação de terapia laser de baixa intensidade, programas de pressão negativa, eletroterapia, terapia farmacológica, modulação hormonal e sempre que se verifique, a redução ou, preferencialmente, a eliminação de fatores e/ou comportamentos de risco detetados.


    A Terapia Laser de Baixa Intensidade é o instrumento mais eficaz, consistente e inócuo disponível no mercado para tratar o deficiente funcionamento erétil, podendo assumir diferentes formas, nomeadamente:

    • Terapia Magneto-Laser
    • Reflexoterapia
    • Laser e Pressão Negativa. Estes tratamentos poderão, conforme os casos, ser associados a outras formas de intervenção, nomeadamente farmacológica.