218 052 092

Disfunção Erétil

  • Sobre a importância de procurar auxílio médico para tratar a Disfunção Erétil atempadamente

    A Disfunção Erétil caracteriza-se pela dificuldade em obter e/ou manter uma ereção adequada ao coito satisfatório para ambos os intervenientes. Sem ter qualquer relação com a líbido, desejo sexual, com a obtenção do orgasmo e ejaculação, resultando de uma redução de afluxo sanguíneo e/ou drenagem venosa anormal.

    Reconhecendo a relação sexual como uma função básica na vida do ser humano, a capacidade de obter e manter uma ereção, pode ser vital para a autoestima do homem.
    Situações ocasionais de Disfunção Erétil motivadas pelo cansaço, stresse ou fadiga são comuns, no entanto, quando frequentes, é recomendável a procura de ajuda médica especializada, uma vez que o não tratamento desta patologia pode progredir até à impotência sexual.

    Estima-se que em Portugal cerca de 400 mil homens apresentam disfunção erétil. Destes, apenas 15mil/ano procuram auxílio médico.

    A disfunção erétil tem cura. Se sofre desta patologia procure ajuda médica especializada! Não sofra em silêncio!

    Diga “NÃO!” à impotência sexual!


    Referências bibliográficas:

    Wagenknecht, L.V. , Pereira da Silva,  J. J. B., Clementina, Mota Diniz, M.C. (1988). Impotência, fisiopatologia, diagnóstico, terapêutica. Editorial Caminho, Lisboa

    Pereira da Silva, J. J. B. (1996). A próstata e as suas doenças. Saúde e Bem-estar. Clínica Harmonia. Publicações Ciência e Vida

    Pereira da Silva, J. J. B., Wilson, S. K. (1995). A impotência é reversível. 8ª edição. Clínica Harmonia. Publicidade e Artes Gráficas

    Pereira da Silva, J. J. B., Mexia, C. C. (1992). Saúde e sexualidade. Para uma sexualidade informada. A função sexual masculina. Vol. 2. Nº 2. Publicações Ciência e Vida