218 052 092

Perguntas Frequentes

  • O que são disfunções sexuais femininas?

    As patologias que impedem a mulher de usufruir de uma vida sexual plena têm solução

    As disfunções sexuais femininas são alterações que impedem a mulher de obter prazer e satisfação nas relações sexuais. As mais importantes são a anorgasmia (perturbações do orgasmo), vaginismo, dispareunia (dor durante o acto sexual) e falta de desejo sexual (desejo sexual hipoactivo).


    O que é anorgasmia?

    É um bloqueio da fase orgásmica na resposta sexual feminina. Esta disfunção sexual feminina é bastante frequente.

    Existem vários tipos de anorgasmia:

    a) Primária – quando toda a vida erótica da mulher se caracterizou pela ausência de orgasmo no contexto de relações sexuais;

    b) Secundária – caso a partir de dado momento a mulher haja deixado de atingir orgasmos no contexto de relações sexuais;

    c) Absoluta – dá-se quando a impossibilidade de a mulher alcançar o orgasmo é total, independentemente do procedimento em causa (auto-estimulação, penetração, hetero-masturbação...);

    d) Relativa – quando a mulher obtém orgasmos através de um único género de estimulação, bastante concreto;

    e) Situacional – quando o orgasmo só pode ser alcançado em circunstâncias muito específicas.


    Causas da anorgasmia

    A anorgasmia pode ter causas orgânicas, psicológicas ou relacionais.
    Entre as causas orgânicas contam-se patologias de vária ordem:

    • Cardiovascular
    • Endocrinológica (diabetes)
    • Insuficiência hormonal (particularmente Estradiol, Testosterona, Hormona de Crescimento e Hormona Tiroideia)
    • Neurológica
    • Ginecológica

    Também as causas psicológicas e relacionais da anorgasmia têm várias origens possíveis:

    • Condicionamento negativo decorrente de experiências sexuais e/ou culturais traumáticas
    • Problemas no relacionamento com o parceiro sexual
    • Falta de informação sexual e de estimulação adequada
    • Monotonia nas relações
    • Falta de concentração
    • Ansiedade
    • Características pessoais


    O que é o vaginismo?

    É a impossibilidade de a vagina permitir a penetração. Este fenómeno resulta da contracção involuntária dos músculos do terço exterior da vagina.
    Em alguns casos, as mulheres que sofrem de vaginismo podem envolver-se nos jogos sexuais e até alcançar o orgasmo, ainda que o coito não se realize.

    O vaginismo refere-se não só à penetração do pénis, mas a todos os actos que envolvam a inserção de objectos na vagina, tornando-os impossíveis de realizar:

    • Colocação de tampões higiénicos
    • Utilização de objectos sexuais
    • Realização de exames ginecológicos
    • Introdução de dedos

    Causas do vaginismo

    A maioria das causas do vaginismo é vasta e eminentemente psicológica:

    O que é a dispareunia?

    A dispareunia refere-se ao mal-estar sentido pela mulher durante o acto sexual, dificultando-o e tornando-o doloroso. Pode variar de uma irritação pós-coital vaginal até uma dor profunda.
    A dispareunia pode ter causas orgânicas ou psicológicas.

    Entre as causas orgânicas contam-se patologias de vária ordem:

    • Agentes infeciosos
    • Doenças genito-urinárias
    • Irritações causadas pelo material dos preservativos de barreira (preservativos, diafragma, dispositivos intra-uterinos DIU, espermicidas)
    • Descompensação hormonal e menopausa
    • Intervenções médico-cirúrgicas

    Entre as principais causas psicológicas da dispareunia contam-se a estimulação inadequada e a excitação insuficiente por a relação sexual não ser desejada ou gerar sentimentos ambíguos.

    O que é a falta de desejo sexual?

    É a inibição da vontade de ter actividade sexual. Apresenta-se como a ausência de sentimentos eróticos. Para as mulheres que dela padecem a relação sexual é sentida como um castigo e desnecessária ao seu bem-estar.

    Esta situação origina descontentamento e depressão, levando a mulher a criar uma série de pretextos tendentes a evitar a relação sexual mas associados ao medo de comprometer o relacionamento com o parceiro.

    As causas da perda de desejo sexual são fundamentalmente de origem orgânica, em particular no que se refere à insuficiência de Estrogénios e de Testosterona.

    No entanto, a dispareunia pode igualmente ter origem na esfera psico emocional:

    • Negação para o sucesso, para o amor e para o prazer
    • Medo de rejeição pelo par
    • Dificuldade em manifestar desejos sexuais
    • Geração de conflitos
    • Incapacidade de expressar a sua individualidade
    • Stress prolongado
    • Fadiga acumulada
    • Estilo de vida desequilibrado
    • Entre outros aspectos

    Como resolver as disfunções sexuais da mulher?

    As mulheres que sofrem de patologias desta natureza devem recorrer à Consulta de Saúde Sexual Feminina o mais cedo possível. Não existem motivos para sentirem vergonha, receio ou culpabilização própria e/ou do parceiro. A solução é tanto mais simples e rápida, quanto mais recentes os problemas se revelarem.
    É desejável que a terapia envolva ambos os elementos do casal, na medida em que o factor relacional se apresenta como um dos mais frequentes neste género de problema que, além do mais, diz respeito aos dois.


    Se não tiver companheiro(a) sexual, vale a pena pedir ajuda?

    Sem dúvida. É desejável, e possível, ter saúde e bem-estar pessoal mesmo na ausência de um parceiro fixo. Desta forma, a mulher torna-se frequentemente mais autoconfiante e motivada para investir em novos relacionamentos, mais gratificantes.