Médicos em todo o mundo usam métodos de regulação funcional do organismo isentos de fármacos. A tendência acentua-se a cada dia, na medida em que estes métodos revelam-se particularmente eficazes não só quando ministrados isoladamente, mas também quando associados a medicamentos e/ou suplementação.

Ao longo de mais de 50 anos de investigação clínica em radiação laser de baixa intensidade; (low level laser therapy – LLLT, na sigla internacional) acumulou-se abundante conhecimento sobre a interação entre o laser e as estruturas biológicas.

As razões para a disseminação da aplicação do laser em medicina são evidentes:

  • Por um lado, o número de pacientes alérgicos tem crescido aceleradamente, com muitos a desenvolverem resistências a fármacos específicos, como os antibióticos. Pelo que a procura por novos métodos de combate aos processos patológicos é crescente.
  • Por outro lado, a radiação laser manifesta diversas vantagens na relação custo/benefício no que respeita aos medicamentos, pois apresenta um amplo espetro de ação, bem como uma eficiência profilática e terapêutica elevada.
  • Por último, mas não menos importante, a radiação laser é um método indolor e não invasivo.

A radicação laser de baixa intensidade apresenta diversas vantagens, que passamos a descrever:

  • Ativa inúmeros processos fisiológicos;
  • Aumenta as trocas energéticas, a resistividade não específica e a imunidade;
  • Apresenta efeitos: anti-inflamatório, analgésico, antialérgico, rádioprotetor e regenerador;
  • Restaura a elasticidade das membranas celulares;
  • Normaliza a microcirculação linfática e sanguínea, estimulando as funções de tecidos, órgãos e da totalidade do organismo humano através da ativação dos sistemas metabólicos e enzimáticos.

A Terapia laser de Baixa Intensidade pode ser utilizada em todas as outras nossas especialidades: Antiaging, Urologia, Saúde Sexual Feminina e Masculina, Reposição Hormonal Específica e Reforço do Sistema Imunitário.

No âmbito da Medicina laser o foco são o tratamento de algumas patologias específicas, como:

  • Angiopatia Diabética;
  • Neuropatia;
  • Dor Articular ou Artrite,
  • Dor Crónica e Veias Varicosas / Varizes;
  • Dor Lombar (na zona mais baixa);
  • Doença Arterial Periférica;
  • Dor Pélvica Crónica (Prostatite).

Especialidades

Medicina Laser

Mecanismos do Efeito Terapêutico
Princípios físicos da Radiação LASER
Considerações Sobre Opiáceos
Dor Crónica Geral e Tratamento da Dor

Fale Connosco!

Marque uma consulta ou esclareça as suas dúvidas.

Abrir chat
Olá,
em que podemos ajudar?